Mulhre trabalha em lista de e-mails

Como construir uma lista de e-mails para e-commerce?

Aleksandra Stankowska

Entenda o que é uma lista de e-mails e como ela pode ser usada na estratégia de marketing digital do seu e-commerce.

Se você deseja que suas campanhas de e-mail marketing sejam mais eficazes e tragam melhores resultados para o seu negócio online, você deve aumentar continuamente a sua lista de e-mails.

Porém, ter muitos endereços de e-mail não é o suficiente por si só — você precisa de contatos que tenham um potencial real de se tornarem seus clientes fiéis no futuro. 

Por isso, neste artigo vamos trazer dicas de como construir uma lista de e-mails que traga resultados em sua loja virtual.

Publicado originalmente em 14 de março de 2022

O que é uma lista de e-mails?

Uma lista de e-mails é um banco de dados de contatos de clientes ou leads (possíveis consumidores), que pode ser usada na estratégia de marketing digital para o envio de diferentes tipos de newsletters e e-mails automatizados, melhorando assim o relacionamento com esses clientes e garantindo que a sua marca esteja sempre em suas mentes. Além de oferecer descontos e produtos personalizados para aumentar as vendas de uma loja virtual.

Como construir uma lista de e-mails

Construir uma lista de e-mail pode ser um desafio. As pessoas geralmente não gostam de compartilhar seus dados privados, certo? 

Para construir sua lista de e-mails, você precisa de uma estratégia de captação de leads. Você precisa encontrar maneiras que lhe permitam alcançar o grupo de destinatários desejado e incentivá-los a se inscrever para ganhar alguma compensação. 

Essa inscrição pode ser feita por meio de formulários, pop-ups, anúncios em redes sociais, webinars e landing pages. Veja como usar cada uma destas ferramentas para construir a sua lista de e-mails.

Formulários

Esse formulário pode estar no sita do e-commerce, em uma landing page, ou em um pop up de inscrição de newsletter, em anúncios em redes sociais e pode até ser enviado via chat bot, durante um atendimento virtual.

Vamos conferir algumas formas de usar o formulário para captação de e-mails.

Ao navegar pelo conteúdo online, os usuários normalmente seguem um caminho na forma da letra F. Leve isso em consideração ao decidir onde colocar o formulário de inscrição em seu site ou landing page.

mapa de calor com comportamento de leitura na internet
 O caminho percorrido pelo olhar dos usuários ao navegar por uma página da internet

Se você deseja que seu formulário de inscrição esteja sempre visível para os clientes, é melhor colocá-lo na área de padrão F. Por exemplo:

  • Na parte superior da página como elemento fixo.
  • Em pop-ups (veremos mais sobre isso adiante).
  • No rodapé da página principal (ou de todas as subpáginas).
  • Na lateral da página como um elemento deslizante (que acompanha a rolagem).

Quais informações você deve coletar no formulário?

No formulário de inscrição, o imprescindível é um endereço de e-mail e o primeiro nome. Isso já será o suficiente para poder se comunicar com o usuário de forma personalizada. 

Caso queira incrementar sua estratégia, você também pode pedir que o usuário informe o seu gênero ou data de nascimento, o que permitirá segmentar seus contatos ainda melhor no futuro. 

Mas faça isso com categoria! Mencione o que o usuário pode esperar em troca, como condições especiais em seu aniversário e códigos de desconto para ocasiões como Dia da Mulher, Dia dos Pais ou Dia dos Namorados.

Outra boa opção é pedir dados de localização, como a cidade ou CEP. Isso será especialmente importante se, além da loja virtual, você também tiver uma (ou mais) loja física. Com esta informação, você poderá facilmente informar seus clientes sobre ofertas especiais e descontos específicos para a região onde estão.

print screen do site da Lupo com pop-up para inscrição em lista de e-mails
Inscrição de newsletter no rodapé na posição F, com pop-up de formulário personalizado que oferece desconto da Lupo – feito pela edrone!

A Lupo usa um pop-up para acionar o formulário na loja virtual da marca, veja como usar essa ferramenta sem atrapalhar a experiência do cliente

Pop-ups

Graças ao uso de pop-ups, a Entrepreneur aumentou em até 86% o número de assinaturas em seu site! 

Os pop-ups são um ótimo local para incluir seus formulários de inscrição e ainda podem ser usados como um meio de captação de leads, porém evite mostrá-los na seção do carrinho ou durante a finalização da compra, pois isso pode distrair seus clientes. 

Existem diferentes tipos de pop-up e cada um tem seu propósito, mas eles devem sempre ser usados na fase apropriada da jornada de compra do cliente. 

Apresentamos dois dos tipos mais comuns a seguir: pop-up de boas-vindas e pop-up de saída.

Pop-up de boas-vindas

Os pop-ups de boas-vindas são acionados quando um novo visitante entra no site, geralmente após um período pré-determinado de tempo – uma boa prática é esperar de 5 a 10 segundos para que o usuário tenha tempo de se familiarizar brevemente com o site antes do pop-up aparecer.

 Sua comunicação deve começar dando as boas-vindas ao usuário e logo em seguida perguntando se há interesse em receber a sua newsletter regularmente. 

Facilite este processo o máximo possível, de preferência oferecendo algo em troca! Pode ser, por exemplo, um e-book ou pequeno guia sobre seus produtos, ou mesmo um desconto na primeira compra. Ou talvez tudo isso e mais um pouco? Pense no perfil dos seus clientes e no que eles mais se interessariam.

Pop-up para inscrição em lista de e-mail com oferta de desconto
A marca usa um pop-up de boas-vindas logo que o usuário acessa o site e oferece um cupom de descontos em troca do cadastro para construção de lista de e-mails.

Pop-up de saída

Da mesma forma que um pop-up de entrada serve como o “cartão de visita” da sua loja, o pop-up de saída serve como uma despedida final. 

Os pop-ups de saída são exibidos quando o usuário está prestes a sair do site, movimentando seu cursor em direção ao botão de “fechar aba”. 

Como dependem do movimento do cursor, que não existe em dispositivos móveis, os pop-ups de saída só funcionam para navegação em desktop.

Esta é a última chance de convencer seus visitantes de que vale a pena deixar um endereço de e-mail e manter contato com a sua loja. 

Novamente, ofereça benefícios como incentivo para não saírem tão depressa, como, por exemplo, um código de desconto ou frete grátis no primeiro pedido. Não escreva muito, mas seja específico – agora, você tem pouco tempo para transmitir sua mensagem, pois o usuário já está pensando no que vai fazer após sair do seu site.

Pop-ups customizados

Além destes tipos mais tradicionais de pop-up, você também pode criar um pop-up de ação, que é acionado quando o usuário faz algo específico, como adicionar um produto ao carrinho. 

Porém, é importante prestar atenção ao número de vezes que um determinado usuário será impactado por pop-ups. O ideal é exibir no máximo dois pop-ups durante uma única visita ao site. Clique aqui para saber mais sobre pop-ups na plataforma edrone.

Redes sociais

As mídias sociais oferecem oportunidades ilimitadas para envolver os seus seguidores na realização de ações específicas. Você também pode usá-las para construir a sua lista de e-mails. 

Em contrapartida, pelo preenchimento do formulário, ofereça aos seus usuários um desconto para compras posteriores, um frete grátis, um produto de brinde ou um cartão de fidelidade. 

Peça a indicação de mais um endereço de e-mail e a sua lista começará a crescer rapidamente! Você também pode criar um questionário que exija o fornecimento de um endereço de e-mail e um aceite num quadrinho de seleção referente ao envio de informações de marketing no futuro. 

Use também o Facebook Ads, ele pode ajudá-lo a alcançar qualquer grupo de clientes em potencial com maior precisão. Esses anúncios contêm um formulário que permite obter endereços de e-mail adicionais para sua lista. É simples.

Webinars

Você também pode usar as mídias sociais para promover seus webinars. Como a inscrição para este tipo de evento requer um endereço de e-mail, este é um ótimo lugar para expandir sua lista de contatos. Destaque os benefícios de participar do webinar e garanta aos participantes que eles não vão querer perder a oportunidade!

Use as iscas digitais

Que tal mudar a ordem das coisas? Você pode primeiro oferecer aos usuários um serviço ou conteúdo interessante, e depois pedir pelo endereço de e-mail!

Em vez de: Assine a newsletter e você vai ganhar um ebook grátis!

Tente: Faça o download deste relatório de e-commerce e conheça as últimas tendências do setor!

Não estabeleça as condições logo de cara. Simplesmente pedir por um endereço de e-mail em um site às vezes pode ser difícil. Alguns benefícios que você pode usar como “iscas”:

  • Relatórios
  • Agendas
  • Gráficos informativos
  • Bons e descontos
  • Frete grátis
  • O primeiro capítulo de um livro
  • Cursos grátis
  • Vídeos de instruções

Criando uma isca digital atraente

Em primeiro lugar, pense em quem são seus potenciais destinatários e o que eles precisam. Isso com certeza vai gerar algumas ideias. 

Se você quiser ter certeza de que as iscas digitais se encaixarão perfeitamente e convencerão muitos novos assinantes, pergunte sobre isso nas mídias sociais! 

Seus seguidores são uma fonte inestimável de conhecimento. Quem sabe melhor o que os interessará senão eles mesmos? 

Para isso, prepare um post no Facebook ou Instagram e incentive-os a escrever sugestões nos comentários. As enquetes nos Stories do Instagram também são perfeitas para isso.

Se você deseja evitar assinaturas de usuários aleatórios que não estão interessados em sua marca, evite criar iscas digitais que sejam úteis “para todos”. Ofereça conteúdos ou serviços que sejam direcionadas para seus clientes reais. Isso ajudará você a manter sua base de assinantes em ordem!

Por exemplo, em vez de oferecer  “4 imagens de fundo em 3D para Facebook”, que pode interessar a qualquer usuário casual do Facebook, ofereça “7 maneiras de aumentar as curtidas da fanpage da sua loja virtual”, que será útil para os clientes que administram a página de uma empresa.

Lembre-se de que suas iscas digitais devem se adequar ao máximo a área de atuação da sua marca. Não ofereça dicas de otimização de SEO se você lida apenas com mídias sociais. 

Crie materiais especializados ou peças que você pode usar para conteúdos subsequentes, construindo links internos que manterão seus clientes em seu site por mais tempo e tornarão seu site mais competitivo em resultados de busca.

Agora que você já sabe como captar seus leads para construir uma lista de e-mails de pessoas para a sua loja virtual, veja como fazer essa inscrição seguindo as regras da LGPD para e-commerce.

Modelo de inscrição para lista de e-mails

Ao criar uma lista de e-mails, você pode usar o modelo de aceitação única (single opt-in) ou dupla (double opt-in). Na primeira, o usuário fornece seu endereço de e-mail, e você não exige que ele confirme a assinatura. Ele vai automaticamente para sua lista sem qualquer verificação.

No modelo double opt-in, a verificação ocorre em duas etapas. O usuário assina a newsletter através do formulário. Em seguida, ele recebe um e-mail de verificação solicitando que ele confirme sua assinatura. Só então o endereço de e-mail dele é salvo na lista de e-mails.

Por que você deve usar o double opt-in

Se você deseja que sua base de assinantes cresça com usuários realmente valiosos, esse modelo de assinatura será ideal para você. Afinal, seu objetivo ao construir sua lista de e-mails é coletar clientes potenciais e reais. 

O uso deste modelo eliminará o risco de consequências legais relacionadas ao envio de conteúdo para pessoas que não consentiram com isso. Isso permitirá que você evite assinaturas acidentais e proteja você de ser atacado por robôs. Desta forma, endereços inúteis ou suspeitos simplesmente não entrarão na sua lista.

Pronto, agora você já tem uma lista de e-mails para a sua empresa, veja a seguir como usá-la na sua estratégia de marketing digital.

Como usar lista de e-mails?

A lista de e-mails é um elemento essencial para toda campanha de mala direta, sendo uma das formas mais básicas de comunicação e relacionamento com seus clientes. 

Com sua própria lista de e-mails: 

  • Você não depende dos algoritmos do Google, Facebook Instagram e muitos outros. 
  • Você não perde nada devido a fatores externos, que estão em constante mudança. 
  • Você não depende das políticas de mídias sociais ou de mecanismos de busca. 
  • Você não será bloqueado (a não ser que caia em filtros de spam – clique aqui para saber mais sobre isso). 

Em suma, seu alcance não dependerá de nada ou de ninguém a não ser você mesmo, além, é claro, de um CRM para e-commerce de qualidade que possa organizar esses contatos para facilitar uma comunicação personalizada com cada cliente.

Tendo a sua própria lista de contatos, você não perde o contato com seus destinatários, aconteça o que acontecer. Você sempre terá uma conexão direta e desimpedida com o seu público.

O e-mail às vezes é considerado um canal de comunicação um tanto desatualizado. No entanto, basta observar as estatísticas que mostram quantos e-mails são enviados e recebidos anualmente no mundo. Em 2022, esse número está estimado em 333,2 bilhões de mensagens, e não para de crescer.

Número de e-mails enviados e recebidos no mundo (2017-2025)
Número de e-mails enviados e recebidos no mundo (2017-2025). Fonte: Statista

Não é a toa que muitas empresas vendem listas de e-mails, mas essa não é uma prática recomendada. Nem a venda, nem a compra de lista de e-mails são atividades legais ou terão impacto positivo no crescimento do seu negócio.

Comprar listas de e-mails é uma forma de atalho, que evita todo o processo orgânico de captação de leads descrito nesse artigo, porém, ao optar por esse caminho você receberá contatos desqualificados que não vão se tornar clientes, e pior pode ser penalizado pelas legislações de proteção de dados.

Por isso, aposta em uma estratégia orgânica para construir uma lista de e-mails que possa contribuir para o crescimento de uma base de dados de futuros clientes, que vão interagir com o seu negócio e se tornarão compradores fiéis.

Se você está pensando em investir em uma estratégia de marketing digital com base em uma lista de e-mails, lembre-se que a automação de marketing para e-commerce pode ser um aliado fundamental para transformar a sua loja virtual em uma máquina de vendas!

Aleksandra Stankowska

Ela se preocupa com conteúdo de boa qualidade e acredita que o sucesso no e-commerce depende da abordagem correta. Ela afirma que é bom saber de tudo, mas é especialista em marketing moderno.

Conteúdos relacionados

Deixe a gente te mostrar o mundo do e-commerce
Inscreva-se na nossa newsletter