Equipe escolhe melhor plataforma para e-commerce

As melhores plataformas de e-commerce no Brasil para 2022

Pedro ParanhosMargeting manageredrone

Ferramentas de gestão para comércio eletrônico, como as Plataformas para E-Commerce, CRMs e Marketplaces tem acompanhado a tendência do mercado e expandindo suas operações no Brasil.

Segundo uma pesquisa da PayPal Brasil, entre julho de 2020 e julho de 2021 o Brasil ganhou 288 mil novas lojas virtuais e esse crescimento segue em alta em 2022. Não é a toa que ferramentas de gestão para esses negócios, como as Plataformas para E-Commerce, CRMs e Marketplaces tem acompanhado a tendência expandindo suas operações no país.

Com o excesso de oferta fica cada vez mais difícil escolher a melhor plataforma de e-commerce para um negócio virtual, pois cada software oferece funcionalidades, pacotes e preços diferentes.

Neste artigo vamos lhe ajudar a escolher a ferramenta ideal para a sua loja virtual e começamos com uma lista das melhores e mais usadas plataformas de e-commerce no Brasil. São elas:

  1. Nuvemshop
  2. Loja Integrada
  3. Shopify
  4. WooCommerce
  5. Wix Stores
  6. Tray Commerce
  7. MercadoShops
  8. Ecwid
  9. OpenCart
  10. Cartpanda
  11. Magento
  12. Wobiz
  13. AVADA Commerce
  14. Iluria
  15. Vtex
  16. PrestaShop
  17. Dooca Commerce
  18. Irroba
  19. BigCommerce
  20. Loja Virtual
  21. Dokan Marketplace
  22. minestore
  23. Squarespace
  24. Lojas Virtuais – BR
  25. Magazord
Pessoa segura cartão para finalizar compra na internet. Imagem de StockSnap por Pixabay

O que é uma plataforma de e-commerce?

De forma resumida, uma plataforma de e-commerce é um software que permite que o dono ou gerente de uma loja virtual tenha total controle sobre o negócio.

Os detalhes específicos variam mas, em termos gerais, as plataformas de e-commerce permitem consolidar a gestão de todos os aspectos de uma loja virtual em uma única interface — desde as funcionalidades mais básicas, como a aparência do site e o estoque dos produtos, até o acompanhamento dos pedidos e a segurança dos pagamentos.

O software também gerencia a base de clientes — com diferentes históricos e comportamentos de compra, bem como diversos tipos de campanhas de marketing, entre outros fatores.

As plataformas de e-commerce permitem centralizar tudo isso em apenas um sistema em vez de usar diferentes ferramentas para cada parte da operação. Ao usar uma plataforma de e-commerce, as lojas virtuais aproveitam as vantagens de integrar todas essas partes entre si, em vez de lidar com diferentes ferramentas que podem não funcionar muito bem quando usadas em conjunto.

O objetivo dessas plataformas é facilitar e automatizar cada etapa da operação, desde a geração de mais tráfego à loja até o envio de e-mails automatizados ao cliente após sua compra, sempre registrando os dados que resultam de cada interação.

Durante o processo de compra em si, as plataformas de e-commerce permitem que os clientes busquem o que desejam, fornecendo os resultados mais relevantes, fazendo recomendações inteligentes de produtos com base nos dados do consumidor que estiverem disponíveis, organizando as escolhas dos clientes em um carrinho de compras e conduzindo-os ao longo de um processo facilitado de check-out para a confirmação e pagamento do pedido.

Do outro lado do balcão virtual, as plataformas de e-commerce facilitam a gestão do negócio, apresentando diversas métricas de desempenho como número de visitantes, cliques e conversões.

Ou seja, as plataformas de e-commerce possibilitam que os consumidores tenham um espaço no qual podem fazer suas compras de maneira fácil e intuitiva, e os gestores tenham ferramentas integradas de gestão e análise do negócio.

Agora que você já entendeu o que é uma plataforma de e-commerce, conheça algumas funcionalidades indispensáveis para o seu comércio eletrônico.

Funcionalidades de uma plataforma de e-commerce

Antes de listarmos as principais funcionalidades de uma plataforma de e-commerce, vale destacar que alguns softwares já contém funcionalidades nativas, enquanto outros precisam ser complementados por plugins (um bom exemplo disso é o WooCommerce).

É preciso tomar cuidado com o impacto que esses plug-ins adicionais podem ter na velocidade de carregamento do seu site, uma vez que isso é um fator determinante para o rankeamento no Google e, o mais importante, a experiência do usuário.

Com isso, recomendamos escolher uma plataforma de e-commerce que ofereça pelo menos as funcionalidades básicas para o dia a dia da sua loja virtual, depois caso necessário você pode incluir plug-ins ou mudar de plataforma à medida que seu negócio for crescendo.

Segurança

Com a nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), a segurança é um aspecto fundamental para as lojas virtuais, não só para garantir um pagamento seguro ao cliente, mas também para proteger os dados compartilhados durante o processo de compra.

Integrações

Para que seu negócio virtual não fique estagnado, é importante investir em uma plataforma de e-commerce que permita integrações com outras ferramentas que podem ajudar a alavancar suas vendas, como o CRM para E-Commerce, ou outras plataformas de vendas, como um Marketplace, por exemplo.

SEO

O SEO (Search Engine Optimization, “otimização para motores de busca” em português) é o sistema pelo qual o Google encontra o seu negócio. Se você quer que seus clientes encontrem seus produtos, é muito imporante escolher uma ferramenta de e-commerce que permita a otimização do SEO, tanto Técnico quanto On-Page.

O SEO Técnico tem relação com todos os aspectos técnicos do site desde tempo de carregamento de página até organização do sitemap em html e o SEO On-Page é todo o conteúdo que aparece no site, desde organizção e nome das categorias até nomenclaturas e descrição dos produtos.

Com uma plataforma de e-commerce que permite a otimização do SEO é possível que uma equipe especializada otimize as categorias, produtos e URLs para ranquear melhor no Google, conquistando assim a primeira página do buscador para termos interessantes para o negócio.

Veja abaixo um comparativo que a Hedgehog Brasil, agência especializada em SEO, desenvolveu para algumas das plataformas de e-commerce mais usadas no Brasil.

Fonte: Guia Fundamental de SEO para E-commerce 2022

Usabilidade

Facilitar a navegação do cliente pela loja virtual também é um dos pontos fundamentais para garantir o sucesso das vendas.

Por isso uma das funcionalidades mais importantes das plataforma de e-commerce é a usabilidade dos templates (UX Design), ou a opção de customização do processo de navegação, com criação de categorias bem organizadas.

Facilidade de Compra

Ainda no tema da usabilidade, faclitar a finalização da compra é outra funcionalidade importante, uma vez que lojas virtuais com processos intermináveis para chegar ao pagamento acabam perdendo clientes pelo meio do caminho.

Gestão de Produtos

Para ter uma loja virtual organizada a sua plataforma de e-commerce deve permitir a gestão de produtos, ou seja você poderá facilmente acrescentar, deletar ou alterar o descritivo de um produto.

Suporte

Por fim, mas não menos importante, é importante que a sua plataforma de e-commerce lhe ofereça um suporte adequado, afinal de contas nunca sabemos quando vamos precisar resolver problemas que podem impactar diretamente nas vendas.

Maior Plataforma de E-Commerce no mundo

O pódio entre as maiores e mais usadas plataformas de e-commerce do mundo fica com a WooCommerce, em primeiro lugar, seguida de perto pelo Shopify.

Segundo dados do Built With, ferramenta que analisa plataformas, softwares e plug-ins de websites em todo o mundo. Segundo os dados de julho de 2022, o WooCommerce é usado por 27% da amostra de 1 milhão de sites analisados em todo o mundo, enquanto o Shopify fica na segunda posição, com 20% deste mercado.

Magento, OpenCart e PrestaShop fecham o top 5 global de plataformas de e-commerce mais usadas.

Plataforma de E-Commerce mais usadas no mundo – BuiltWith

Em contrapartida, um dado interessante é que, quando selecionamos apenas os top 100 mil e-commerces do mundo, o Shopify fica na frente, presente em 36.372 (19%) destes negócios, enquanto o WooCommerce cai para o segundo lugar com 14% deste mercado.

Isso nos leva a acreditar que, embora o WooCommerce seja a plataforma mais usada atualmente, ela está presente em lojas virtuais menores, enquanto o Shopify atende comércios eletrônicos com maior relevência no mercado.

Agora que você já sabe quais são as plataformas de e-commerce mais usadas no mundo, confira os principais softwares para o mercado brasileiro.

Plataformas de E-Commerce mais usadas no Brasil

Das 458.896 lojas virtuais ativas analisadas pelo Built With, 60.951 (14%) usam a plataforma de e-commerce Loja Integrada. Em seguida vem o Shopfy com 13% do mercado, e em terceiro lugar o WooCommerce, com 12%.

Vale notar, no entanto, que a quantidade total de lojas virtuais no Brasil é muito maior. Segundo a pesquisa Perfil do E-Commerce Brasileiro, conduzida pela PayPal em parceria com a Big Data Corp, o Brasil passou de 1,5 milhão de lojas virtuais em 2021.

Se tomarmos como base a pesquisa da Built With, as 10 plataformas de e-commerce mais usadas no Brasil são:

  1. Loja Integrada
  2. Shopify
  3. WooCommerce
  4. Wix Stores
  5. Nuvemshop
  6. Tray Commerce
  7. Tiendanube
  8. MercadoShops
  9. Ecwid
  10. OpenCart

Vale destacar que a Nuvemshop e a Tiendanube são o mesmo sistema, apenas com nomes diferentes – Tiendanube é o nome original da plataforma, que foi fundada na Argentina. Somando-se as fatias de mercado de ambas, a Nuvemshop figura como a plataforma de e-commerce mais usada no Brasil, sendo usada por mais de 16% das lojas virtuais brasileiras.

Além destas, também vale incluir uma menção honrosa para a Magento, uma solução Open Source que figura em décimo segundo lugar, por atender lojas virtuais muito grandes, pode não ter muita quantidade, mas com certeza compensa na qualidade dos clientes, e a VTEX, em décimo sexto lugar, mas que também figura entre os grandes players do mercado de comércio eletrônico do Brasil e do mundo.

Veja agora um descritivo de cada uma destas plataformas e um comparativo detalhado das principais funcionalidades que elas têm, ou não têm!

Comparativo das melhores plataformas de e-commerce

Loja Integrada

A Loja Integrada é uma plataforma que combina diferentes ferramentas para o início imediato de uma loja virtual. Possui planos para diferentes cenários de negócios e possui o selo Melhor Plataforma de Ecommerce PME.

  • Indicado para: lojas pequenas e médias
  • Oferece plano gratuito: Sim
  • Cobra comissão: Não
  • Faixa de preço: R$ 0 – R$ 399 / mês

Shopify

O Shopfy é uma plataforma de vendas por assinatura, além de permitir a criação de uma loja virtual também oferece um PDV próprio para comercialização de produtos na internet.

  • Indicado para: lojas virtuais de todos os tamanhos
  • Oferece plano gratuito: Não
  • Cobra comissão: Sim
  • Faixa de preço: U$ 14 a 299 / mês

WooCommerce

O WooCommerce é um plug-in open source para WordPress, ou seja, ele transforma qualquer site em WordPress em uma loja virtual, é fácil de instalar e personalizar. Por fazer parte do ecossistema WordPress, o WooCommerce conta com uma enorme variedade de plugins (gratuitos e pagos) que expandem suas funcionalidades.

  • Indicado para: lojas pequenas e médias
  • Oferece plano gratuito: Sim (Open Source)
  • Cobra comissão: Não
  • Faixa de preço: Gratuito, com possibilidade de extensões pagas

Wix Stores

O Wix Stores oferece as ferramentas necessárias para a criação de uma loja online profissional com templates personalizáveis. Você pode exibir seus produtos em galerias atraentes, aceitar checkout seguro, vender em vários canais e adicionar produtos dropshipping à sua loja.

  • Indicado para: lojas pequenas
  • Oferece plano gratuito: Sim
  • Cobra comissão: Não
  • Faixa de preço: R$ 29 a R$ 69 / mês

Nuvemshop

Eleita duas vezes como a melhor plataforma de e-commerce pela ABComm, a Nuvemshop é uma plataforma para desenvolvimento e e-commerces, com foco maior em pequenas e médias empresas.

  • Indicado para: lojas pequenas e médias
  • Oferece plano gratuito: Sim
  • Cobra comissão: Sim
  • Faixa de preço: R$ 0 a R$ 199 / mês

Tray Commerce

A Tray é uma plataforma da LocalWeb e oferece soluções personalizadas para lojas virtuais de diferentes tamanhos e segmentos, com integração para Instagram Shopping, Facebook Store e Google Shopping em todos os planos.

  • Indicado para: lojas pequenas e médias. Para lojas grandes, confira a opção enterprise, Tray Corp.
  • Oferece plano gratuito: Não
  • Cobra comissão: Não
  • Faixa de preço: R$ 69 a R$ 749 / mês

MercadoShops

A MercadoShops é a plataforma de ecommerce do Mercado Livre, oferece opção de compra em todos os dispositivos virtuais com uma estrutura robusta e profissional.

  • Indicado para: lojas pequenas e pequenos vendedores que já vendem, ou têm interesse em vender, no Mercado Livre
  • Oferece plano gratuito: Sim
  • Cobra comissão: Sim, dependendo do plano
  • Faixa de preço: Grátis + Comissão

Ecwid

A Ecwid permite a gestão da loja virtual em um único painel com estoque centralizado, gerenciamento de pedidos, preços e muito mais. Foi considerada plataforma de e-commerce com implementação mais rápida em 2019.

  • Indicado para: Lojas pequenas e médias que desejam vender facilmente em diversos canais.
  • Oferece plano gratuito: Sim
  • Cobra comissão: Não
  • Faixa de preço: € 0 a € 99 / mês

OpenCart

A Open Cart é uma plataforma open source gratuita, customizável e sem limites de cadastros, permitindo a expansão do seu negócio virtual. No entanto, o suporte é feito em fóruns e por meio de parceiros terceirizados.

  • Indicado para: Lojas de qualquer porte que tenham equipe técnica capacitada.
  • Oferece plano gratuito: Sim (Open Source)
  • Cobra comissão: Não
  • Faixa de preço: Gratuito, a cobrança é feita por módulos e integrações.

Magento

A Magento é uma plataforma Open Source que oferece todas as funcionalidades básicas necessárias para gerenciar um e-commerce e pode ser completamente customizada para se adequar às necessidades de cada negócio..

Vale destacar que, em 2018, a Adobe adquiriu a plataforma Magento e passou a oferecer uma versão paga da mesma plataforma, com mais funcionalidades, chamada Adobe Commerce. Aqui estamos falando apenas da versão Open Source.

  • Indicado para: Lojas de qualquer porte que tenham equipe técnica capacitada.
  • Oferece plano gratuito: Sim (Open Source)
  • Cobra comissão: Não
  • Faixa de preço: Gratuito

VTEX

A VTEX é uma plataforma de comércio digital para grandes empresas, presente em mais de 40 países, oferecendo uma estrutura SaaS (Software as a Service) para uma gestão completa de produtos, pagamentos e cálculo de frente, por exemplo.

  • Indicado para: Lojas de grande porte
  • Oferece plano gratuito: Não
  • Cobra comissão: Sim
  • Faixa de preço: A partir de R$3.500 / mês.

NOVIDADE – VNDA

A plataforma de e-commerce Vnda, foi comprada recentemente pela Olist e é destinada para empresas em crescimento, ou seja, negócios eletrônicos de tamanho médio, que acabam esquecidos pelo mercado, pois são muito pequenos para as grandes plataformas e muito grandes para as plataformas pequenas.

  • Indicado para: Lojas de médio porte
  • Faixa de preço: apenas sob consulta

Agora que você já sabe um pouco mais sobre as plataformas de e-commerce mais usadas no Brasil, veja o que deve levar em consideração para escolher a melhor para o seu negócio virtual.

Como escolher uma plataforma de e-commerce para o seu negócio?

Antes de escolher a plataforma para o seu e-commerce, tenha clareza das funcionalidades que você realmente precisa conforme as condições do seu negócio.

Por exemplo: você já tem um domínio próprio e hospedagem? Quantos produtos você terá em seu catálogo no início? E após um ano? Você ou alguém da sua equipe será capaz de lidar com a back-end do site ou precisa de uma plataforma que ofereça suporte técnico? Você pretende manter um blog ativo? Você vai vender em Marketplaces? Você fará dropshipping? Que tipo de promoções você pretende fazer? Essas e outras perguntas precisam ser respondidas antes mesmo de você começar a avaliar as opções.

Em seguida, tenha em mente não apenas a sua situação atual, mas aonde você pretende chegar com o seu negócio no médio e longo prazo. É muito melhor fazer a escolha certa no começo, do que ter que mudar de plataforma após alguns meses, com uma operação já em andamento.

Agora veja o passo a passo prático para escolher a plataforma da sua loja virtual.

Ferramentas

Avalie as outras ferramentas que você usa. Por exemplo, se você usa um software ERP como o Bling! ou Tiny, é imprescindível conferir se a plataforma de e-commerce que você está avaliando tem integração com esta ferramenta. O mesmo vale para outros produtos e serviços como plataformas de pagamento e de fulfillment.

É claro que você também pode fazer o contrário — escolher a plataforma de e-commerce, e depois buscar as ferramentas que “conversam” bem com ela. Isso pode ser um bom caminho caso você tenha certeza de qual plataforma deseja usar e saiba que ela tem uma boa variedade de integrações e plugins. Muitas plataformas têm uma “loja de aplicativos” interna onde apresentam todas as ferramentas com integração nativa.

Preço

Não poderíamos deixar de abordar a questão do preço. Só você (e o seu planejamento financeiro) podem decidir quanto você pode investir na plataforma de e-commerce. A princípio pode parecer vantajoso começar com uma plataforma gratuita, mas tenha em mente o que falamos antes: avalie se ela será capaz de crescer junto com o seu negócio.

Além disso, as condições dos planos variam muito, não apenas no valor, como também na forma como ele é cobrado. Algumas plataformas fazem uma cobrança fixa mensal relativamente baixa, mas cobram comissão sobre as vendas. Outras cobram apenas o fixo mensal, sem comissão.

Faça projeções em uma planilha com base em suas estimativas de faturamento e custos, e avalie quanto será a “mordida” de cada plataforma. Os valores podem ser drasticamente diferentes, e uma plataforma que parece ser bastante em conta quando você não fatura valores muito altos, pode ficar bastante cara se você vender muito — e vice-versa.

Ponha tudo na ponta do lápis e escolha o melhor plano para o seu negócio!

Depois de escolher a melhor plataforma de e-commerce para o seu negócio é hora de estudar o CRM para E-Commerce ideal para ajudar a alavancar suas vendas com foco no relacionamento com o cliente.

Pedro Paranhos

Margeting manager

edrone

Gerente de Marketing LATAM na edrone. Profissional de marketing full-stack interessado em tecnologia, história (passado e futuro), negócios e idiomas. Leitor de livros e entusiasta de cervejas artesanais.

Conteúdos relacionados

Deixe a gente te mostrar o mundo do e-commerce
Inscreva-se na nossa newsletter